sábado, 5 de maio de 2012

Aprenda a usar creme do dia e da noite e potencialize o efeito

Saber como os cremes diurnos e noturnos agem sobre a pele é fundamental para obter bons resultados. Foto: Shutterstock/Terra

Saber como os cremes diurnos e noturnos agem sobre a pele é fundamental para obter bons resultados

Com tantas opções de cosméticos para o cuidado da pele durante o dia e noite, não é raro encontrar mulheres que não sabem ao certo o que usar, ou que desconheçam a diferença entre cada um deles. E não é bobagem não, elas existem e são determinantes para obter bons resultados.

Cremes diurnos, por exemplo, servem para equilibrar a hidratação da pele e prevení-la de eventuais danos naturais, enquanto os noturnos, a rejuvenescem e a deixam mais preparada para enfrentar o dia seguinte.

Os cremes diurnos têm ainda ação, fotoprotetora e antioxidante sobre a pele. Já os noturnos, agem para reparar, regenerar e nutrir, segundo Sheila Gonçalves, cosmetóloga, chefe de desenvolvimento de produtos da Medicatriz Dermocosméticos, de São Paulo ensina que.

Para o dia
Como a pele é um órgão de proteção, ela fica mais suscetível à ação de agentes externos durante o dia. Por isso, a proposta dos cremes diurnos é reforçar a camada protetora da cútis a fim de combater a desidratação.

"Se a pele não é protegida da ação dos agentes externos, ela fica cada vez mais desidratada e ganha um aspecto envelhecido, pois sem água, não há vida para a pele", alerta Sheila. Sua ação fotoprotetora age contra os efeitos dos raios ultravioletas e com os danos causados pelos radicais livres.

Mas, para assegurar a eficácia dos produtos de uso diurno, alguns cuidados especiais devem ser tomados antes da aplicação diária. "É essencial limpar bem a pele, deixando-a livre de qualquer resíduo, e usando sempre um bom tonificante", indica a cosmetóloga.

Para a noite
À noite, a situação muda, pois a epiderme, que recebeu algum tipo de produto com ação específica para este período, passa a ficar na ofensiva, direcionando as energias para a reparação dos danos que ocorreram durante o dia.

"É durante a noite que a pele fica mais receptiva e pronta para receber os nutrientes que irão ajudá-la a restaurar e revitalizar a aparência", diz Paula Bellotti, dermatologista, membro-efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Sendo assim, cremes indicados para o uso noturno são nutritivos e estimulam a renovação celular, mas devem ser escolhidos com muita atenção. "Na hora de comprar o produto, é preciso ficar atento ao tipo de pele. Uma dica é optar por texturas mais leves, para as peles mistas ou oleosas, e por cremes mais consistentes para as peles secas", recomenda Sheila.

Cada um na sua hora
Quando o assunto são os cremes diurnos e noturnos, muita gente acaba ignorando as recomendações de uso, o que pode ser ruim para a pele. "Além de comprometer os resultados do tratamento, utilizar o creme noturno de dia ou vice-versa pode causar manchas e irritações, já que os cremes noturnos, por exemplo, não possuem fator de proteção solar", alerta.

(Fonte: Site Terra)

Beijocas, Dani

Nenhum comentário:

Postar um comentário